O ano de 2016 trouxe muitas novidades ao público infantil, pois empreendedoras locais, alinhando novas oportunidades a seus propósitos de vida, vêm se destacando no cenário regional. Nesse post, você vai conhecer três mulheres que vêm se destacando com ideias criativas, além de muita dedicação e amor pelo que fazem.

BIANCA STEINMETZ – BISCOITERIA FEITO ARTE

Bianca Steinmetz tem 37 anos, é advogada e bacharelanda em gestão ambiental pela UFPel. Ela trabalhava com advocacia até o nascimento de seu filho, Arthur, que atualmente tem 4 anos.

Quando Arthur nasceu, ela decidiu ficar em casa para dedicar-se exclusivamente a ele, e o fez por dois anos. À medida que o filho foi crescendo, Bianca começou a fazer bolinhos e biscoitos para o filho levar para o lanche na escola. O momento de produzi-los era muito prazeroso, pois o menino desde muito cedo já participava.

Aos poucos, os biscoitos começaram a chamar a atenção de professoras da escola, que fizeram as primeiras encomendas. Aos poucos, o produto por si só foi ganhando fama e as encomendas foram aumentando. Sob o ponto de vista de Bianca, o produto foi ganhando notoriedade porque uniu duas de suas habilidades: o gosto por cozinhar e a habilidade do desenho, de que tanto gostava desde a infância.

Em dezembro de 2016, ela criou no Facebook a página da Biscoiteria Feito Arte (https://www.facebook.com/biscoiteriafeitoarte/?fref=ts). O nome escolhido para a empresa faz jus aos biscoitos, que são cuidadosamente produzidos e decorados com motivos diversos, principalmente aqueles que agradam a criançada. Uma de suas especialidades é a produção de biscoitos decorados com logomarcas de empresas, excelente opção para presentear clientes ou fazer divulgação da marca em eventos. Além de biscoitos, a empresa também produz muffins e cupcakes, além de kits especiais em datas comemorativas, tais como Natal e Páscoa.

Bianca e as delícias da Biscoiteria Feito Arte

Como metas para 2017, Bianca pretende ampliar ainda mais produção, buscar lojas parceiras para a venda de seus biscoitos, além de começar a planejar a loja física.

Minha preocupação como mãe sempre foi oferecer para o meu filho produtos caseiros, de qualidade, algo não industrializado. A Biscoiteria está me permitindo fazer o mesmo para outras crianças e isso me alegra muito.

CAUANE PEREIRA DE VARGAS – KAKÁ BABY SITTER PELOTAS

Cauane Pereira de Vargas tem 27 anos e tem formação como professora de educação infantil. Sempre trabalhou com crianças. Durante 11 anos, trabalhou como recreacionista, como monitora em brinquedos infláveis e também na pré-escola.

Com a ajuda de uma amiga, certo dia criou uma página no Facebook para divulgar seu trabalho como baby sitter. À medida que ia atendendo algumas famílias, passou a ser cada vez mais indicada por pais. A divulgação, aliada às indicações, surtiu efeito rapidamente. Em pouco tempo, Cauane já estava com a agenda cheia e por isso acabava deixando de atender algumas famílias.

Foi então que, em novembro de 2016, ela teve a ideia de criar a Kaká Baby Sitter Pelotas, uma empresa de agenciamento de baby sitters (https://www.facebook.com/groups/260540547697211/?fref=ts). Funciona da seguinte maneira: os pais entram em contato com a empresa e podem solicitar baby sitter para um período de quatro horas ou de oito horas. As profissionais podem fazer acompanhamento das famílias em eventos, tais como casamentos e formaturas, além de oferecerem serviços como pintura em rosto, arte em balão, monitoras em brinquedos e recreacionistas.

KAUANE e parte de sua equipe

Em pouco tempo de empresa, a repercussão do trabalho foi muito grande. Atualmente, a empresa conta com uma equipe de 25 mulheres, todas com treinamento e experiência nos cuidados com os pequenos. Para selecioná-las, a empresária fez processo seletivo, no qual foram solicitadas referências e ficha policial, além de entrevista e análise do comportamento em redes sociais, cuidados esses que garantem maior segurança aos pais e suas crianças. As profissionais agenciadas têm passado por reuniões mensais para troca de experiências e capacitação. Cauane busca padronizar algumas condutas, garantindo que todas as baby sitters tenham uma postura ética no trabalho e compreendam as características de cada fase do desenvolvimento infantil.

Quando uma família entra em contato com a empresa e solicita pela primeira vez o serviço, Cauane procura indicar uma baby sitter que tenha o perfil mais adequado para aquela criança e para aquela família. Em geral, a baby sitter indicada volta a atender a mesma família em outras ocasiões, basta que a avaliação feita após o primeiro trabalho tenha sido positiva.

Cauane e sua equipe têm verdadeira paixão por crianças e esse certamente é o segredo do sucesso da empresa.

Trabalhar com crianças é uma constante lição de afeto, pois essa é a linguagem principal delas. Quando se constrói o afeto, todo o resto fica mais fácil e prazeroso, e para isso acontecer, para conquistar a criança, é preciso tornar-se uma criança.

THAYS OLIVEIRA BORN e CIBELLY OLIVEIRA– CASA DA PAPINHA

Thays Oliveira Born tem 32 anos, é química de alimentos, mãe de Manuela e sócia da Casa da Papinha. Ela trabalhava há seis anos como responsável técnica em uma indústria quando engravidou. Após o nascimento da filha, ainda durante a licença maternidade, Thays já tinha dúvidas sobre o seu retorno ao trabalho.

Por sugestão de seu pai, Thays começou a pesquisar sobre produção de alimentos para bebês. Thays decidiu então intensificar seus estudos, e investir toda sua energia na Casa da Papinha (https://www.facebook.com/CasadaPapinha01/?fref=ts). Para tanto, constituiu sociedade com sua irmã, Cibelly Oliveira, de 37 anos, formada em Administração de Empresas e Educação Física.

Cibelly Thays Manu e os produtos da Casa da Papinha

Thays e a irmã estudaram muito, se prepararam por dois anos, buscando inclusive outros profissionais, tais como nutricionista e psicóloga para dar suporte à empresa, que está em funcionamento há 8 meses. O objetivo é fornecer alimentação saudável, produzida artesanalmente, mas dentro das especificações exigidas pela legislação (ex.: temperatura, controle de qualidade e rotulagem contendo informações nutricionais) para crianças a partir dos 6 meses. O cardápio está dividido por fases correspondentes à idade da criança. As opções são alimentação completa (ex: contendo todos os grupos de alimentos que a criança precisa) e  acompanhamentos (ex.: feijão, lentilha, molhos). Além disso, as sobremesas saudáveis fazem parte do cardápio (ex.: purês de frutas e picolés), todos os produtos são desenvolvidos preferencialmente a partir de ingredientes orgânicos. O público consumidor é atendido através de delivery.

Neste momento, a empresa desenvolve o Projeto Páscoa Saudável, no qual os produtos que integram a cesta são sem açúcar, sem leite e têm como base a alfarroba e frutas secas. Também tem como projeto em breve disponibilizar às mães visitas ao local de produção e uma maior acessibilidade para as mamães adquirirem os produtos.

Entretanto, o propósito de Thays e Cibelly vai muito além de seus produtos, é dar suporte e trocar experiências com as mães e pais sobre alimentação saudável e balanceada, estimulando a memória sensorial e também desenvolvendo uma relação de confiança com as famílias. “A Casa da Papinha é minha aposta de vida, faço tudo com amor”, afirma Thays.

Eu me descobri outra pessoa com a maternidade e amo o desenvolvimento de produtos saudáveis. Minha filha é a inspiração para tudo o que faço. Poder fazer para ela e também ajudar outras mães é uma grande satisfação.

O trabalho destas empreendedoras mostra como é possível inovar em uma área com características tão específica. Em breve, vamos trazer até você outros cases de mulheres que estão inovando com produtos e serviços na Região Sul.

Acompanhe  nossas mídias sociais:

Facebook (https://www.facebook.com/mulheresempreendedorasdosul/?fref=ts)

Grupo fechado (https://www.facebook.com/groups/mulheresempreendedorasdosul/)

LinkedIn (https://www.linkedin.com/in/blog-mulheres-empreendedoras-do-sul-722a66125)

YouTube (https://www.youtube.com/channel/UChybQSpSzMO6ZSsYrEahweQ)

Instagram (@mulheresempreendedorasdosul)

Anúncios