Edição do Fashion Revolution conta com exibição de filme, feira criativa, exposição, palestra e mesa redonda

O movimento mundial Fashion Revolution, que iniciou em 2013, após o desabamento do edifício de confecções de moda Rana Plaza, em Bangladesh, que deixou 1.133 mortos e 2.500 feridos, chega a Pelotas para pensar e inspirar um consumo mais sustentável e pergunta: quem fez minhas roupas?

A ideia de aderir ao movimento e criar o evento em Pelotas surgiu dentro do Curso de Design de Moda do IF-Sul (campus CaVG), através das professoras Frantieska Schneid e Camila Oliveira, ganhando força com a parceria de Aline Ebert (Brechó Nina Garimpa).

A programação é de três dias de atividades em lugares diferentes da cidade. Contando com sessão de cinema no dia 26 e coquetel de lançamento no dia 27.

O evento principal acontece no sábado, das 14 às 20h, no Parque Tecnológico de Pelotas, trará diversidade de atrações para quem ama moda, mas também para quem busca usá-la de forma mais consciente. Uma exposição ocupará o saguão principal, com brechós selecionados e marcas autorais da cidade. Já numa ampla sala lateral, estará participando também a Feira do Rolo Pelotas, focada em desapegos pessoais.

Às 15h, está marcada a Oficina “DIY Chocker” com Mania de Usar, além do lançamento da exposição “A mulher do fim do mundo” – projeto Recicla Moda (IF-Sul + SANEP).

Às 16h, acontece a palestra “Slow Fashion – consumo consciente ou greenwashing?”, com Carolina Souza, doutoranda da Universidade de Lisboa.

A mesa redonda “Por uma moda mais sustentável” está marcada para às 17h, com participação de pessoas que fazem e refletem sobre moda sustentável na cidade de Pelotas, com a mediação da professora Ms. Frantieska Schneid (Design de Moda/IF-Sul).

Além das atividades descritas acima, o evento contará com espaço de divulgação dos cursos de Design de Moda (IF-Sul e UCPel), food trucks, customizações, espaço photo booth e para encerrar pocket show com Garcez + Zilla Sonoro.

Letícia Costa Gomes, proprietária da Pitanga Crafts Acessórios (https://www.facebook.com/pitangacrafts/?fref=ts), é uma das empreendedoras pelotenses que participam do evento. Ela apresentará o projeto Novo Ciclo (https://www.facebook.com/projetonovociclo/), no qual dá continuidade ao seu trabalho de produção de bolsas e joias têxteis, porém produzidos a partir de materiais reutilizados. O projeto conta com o apoio de profissionais de outras áreas da moda que trabalham com costura e bordado.

leticia costa gomes
Letícia Costa Gomes

“A inserção do conceito de sustentabilidade na moda é um fenômeno que está acontecendo mundialmente. É preciso pensar sobre quem faz o que usamos, sobre como se produz e também sobre como as indústrias, especialmente as de fast fashion, estão tratando essas questões”.

O evento já conta com centenas de confirmados e interessados pelo link https://www.facebook.com/events/1540888382591133 Todos estão convidados a apoiar o movimento nas redes sociais usando as hashtags #fashionrevolution #quemfezminhasroupas #fashionrevolutionpelotas

Para saber mais sobre o Fashion Revolution em âmbito mundial, acesse http://fashionrevolution.org/

Anúncios